Publicado por: Paulo Fragoso | 14/12/2015

Carta ao Pai Natal

pai natalQuerido Pai Natal, sabes que nunca fui pedinchão. Aliás, podes confirmar nos teus arquivos de que esta é a primeira vez que te escrevo. E dirijo-me a ti para te pedir apenas uma única coisa: deixa-me ver! Deixa-me ver todas as crianças do mundo com um sorriso. Deixa-me ver homens sem vontade de guerrear e com pão nas mãos para dar. Deixa-me ver todos com um teto e com um emprego em que não sejam explorados. Deixa-me ver os políticos a deixar a demagogia e a olharem com olhos de ver para a destruição em que se encontra o nosso planeta. Deixa-me ver crescer escolas e hospitais mas não me deixes ver idosos sós e abandonados. Deixa-me ver o meu Portugal chegar-se à frente da lista dos países mais prósperos e felizes e com os habitantes mais risonhos do planeta. Deixa-me ver ser Natal todos os dias para que ninguém ande de costas voltadas o resto do ano. Deixa-me ver se me consegues deixar ver.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: