Publicado por: Paulo Fragoso | 25/01/2013

Encarregados de (des)educação

Sinto que sou um dos resistentes, daqueles que ainda vê a escola como algo importante,  de muito sério, um assunto que não pode ser levado com leviandade. E digo resistente porque vejo com tristeza e preocupação, a forma como a maioria, hoje em dia, encara o assunto. Encarregados de educação, são uma espécie em vias de extinção. Basta ir a uma reunião na escola e contar os pais e/ou encarregados que lá estão. Dir-me-á que a culpa é da falta de tempo, motivo de desculpa para muita coisa.  Acredito que para alguns isso seja uma razão válida, até porque todos nós sabemos como as coisas estão hoje e pedir ao patrão para sair mais cedo pode ser complicado. Mas essa falta de interesse não se vê só nestas faltas à chamada da escola, vê-se também pelo acompanhamento em casa, onde parece haver cada vez maior distanciamento no assunto. Conheço pais que dizem alto e bom som que o seu filho até não esteve mal…com 4 negativas! Não esteve mal? Afinal quem está a brincar? Os pais ou o aluno? De quem é a falta de interesse?  É triste sentir que há pais que veem a escola como apenas um depósito de filhos.

Anúncios

Responses

  1. Infelizmente, para muitos encarregados de educação a escola é um depósito de alunos que se deixa de manhã e levanta-se à tardinha. Não há preocupação de saber se o educando estuda, como vai na escola…E quanto menos os miúdos incomodarem melhor.

  2. Ao longo de 26 anos de carreira como educadora de infância, já encontrei alguns encarregados de (des)educação. De todas as idades. E em todos os anos em que trabalhei. Por isso, no meu entender, a ignorância ou a negligência de alguns encarregados de (des)educação não decorre necessariamente de pertencerem à “atualidade” ou ao “antigamente”. Confesso que tenho (ainda) alguma dificuldade em lidar com a incompreensão de alguns encarregados de (des)educação que não sabem qual o papel que o jardim de infância ocupa na vida dos seus educandos: uns, exigindo aprendizagens precoces, mais adequadas ao 1º Ciclo e impedindo os seus filhos de serem crianças no tempo certo; outros, impedindo o desenvolvimento de um próspero ambiente educativo para o grupo de crianças que dele faz parte, ao incutirem nos seus filhos uma utilização do jardim de infância sem regras nem metas.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: