Publicado por: Paulo Fragoso | 26/02/2008

Gota(s)

    Correm suavemente. Límpidas e suaves. Longas e estreitas. Brilhantes e doces. Há quem não goste de as mostrar. Há quem lhes corte o caminho. Há quem nem dê por elas a percorrer-lhe a face, por vezes até ao pescoço, numa viagem que parece não ter fim. É mágico. Todos as temos. A uns saltam mais que a outros.. Há quem prefira guardá-las. Outros há que não as mostram a ninguém. Apesar de parecerem todas iguais, todas são diferentes. Todas caem por razões diversas. Por vezes inesperadas.  Muitas, sentidas. Umas caem a rir. Outras a “chorar”. Umas com um sorriso. Outras com dor. Muitas são o espelho da alma. Imagens reflectidas em água. Em gotas. Há quem as provoque. Há quem fique aliviado ao expulsá-las. Como é belo. Como uma simples gota pode dizer tanto e tão pouco ao mesmo tempo. É difícil resistir-lhes. São, por vezes, mais fortes que qualquer um dos mortais. Têm o Dom de embelezar a face de muitos. Resistem ao tempo teimosamente. Há as eternas. Aquelas que perduram na memória. Invisíveis. Mas estão lá. Fustigam os olhos. Carregam-nos de emoções. Ganham outra cor, outro brilho. Basta cair uma gota para se dizerem mil palavras. Trazem com elas recados, decifrados à medida que escorrem. Mensagens entendidas com um simples toque. Ao de leve. Há que deixá-las percorrer o seu caminho. É para isso que lá estão. Têm sempre um sentido. Único. A descer. O que não significa que não gritem bem alto o que sentem. Raiva. Amor. Ódio. Tristeza. Alegria. Enfim, está lá tudo. Há que saber ler as entrelinhas. Que se cruzam com a alma. Com o estado de espírito. Incandescentes. Luminosas. Mas também negras por vezes.  Como negros são os pensamentos de muitos. Uma gota, duas gotas a escorrer e o olhar sobre o mundo à nossa volta atinge outro horizonte. Outros “sentires”. Quando do céu também caem, alguém o faz por nós. Alguém divino. Alguém nosso. Há sempre alguém a olhar por nós. A fazer-nos lembrar que existimos. E também por isso, elas caem. A existência leva a isso. E é tão bom existir. E senti-las correr.

    Anúncios

    Responses

    1. Está lá mesmo tudo! Se forem falsas sem qualquer sentimento associado, seja ele qual for, nota-se tão bem a diferença… Sejamos simplesmente sinceros porque de contrário não vale a pena.

    2. Está tudo dito, não precisa de nem mais uma virgula.
      Beijinhos
      Luisa

    3. Lembro-me de ir com a minha mãe ao antigo cinema Monumental, ver o Ben-Hur, a minha mãe adorava cinema e passou-me o “bichinho” por essas alturas deveria ter 10 anos, as minhas lágrimas tinham secado aos 7 quando o meu pai partiu para detrás das nuvens como dizia a minha mãe. Voltando ao filme, numa determinada cena, a sala inteira “fungava”, enquanto eu ria e a minha mãe dáva-me “cotoveladas”…os anos passaram e pouco a pouco as lágrimas voltaram…3 meses depois de chorar por o fim de um casamento de 8 anos que nunca deveria de ter acontecido, aquela que me deu a vida, amor e me ensinou a ser mulher, fica doente…a minha mãe sempre me disse que as lágrimas tinham cor, eram azuis, de um azul tão claro que só Deus conseguia vê-lo, assim ele podia destinguir as verdadeiras das falsas. Quando a minha super-mãe ficou doente, totalmente dependente, tingi muitas almofadas, ainda a tenho comigo, no meu Castelo de Princesas, todos os dias adormece a sorrir e acorda a sorrir, acho que aprendeu esta “técnica com a minha “bébé”, mas não muito, 12 anos,
      calça 39, mais 2 dedos e já me passa nas alturas. Quanto às lágrimas são as minhas aliadas no cinema…verdade, choro em quase todos, na Amália, no Austrália…até nos Transformers, chorei…quando o Amarelo está quase a morrer, quando ela está quase a morrer e ele lhe faz aquela linda declaração de amor…sim pode ser ridiculo…mas até nas comédias choro de tanto rir…segundo os oftalmologistas até tem os seus benefícios, certo???


    Deixe uma Resposta

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    Logótipo da WordPress.com

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

    Connecting to %s

    Categorias

    %d bloggers like this: